Halloween Costume ideas 2017

Ainda há quem diga (Adão foi o primeiro homem) Adam teve ancestrais?

      Olá Amigos! Temos nesse blog postagens "Fazendo se conhecer" onde você conhece um pouco do imenso mundo Israelense/Judaico/bíblico e contemporâneo das escrituras explicando algumas coisas simples, como: o contexto da época e do povo, em um aspecto histórico e cultural, e um pouco religioso. Eu tentei encurtar o máximo que pude, pois o texto original do estudo  é um resumo de muitas coisa e é enorme, vocês verão depois de comentarem.
      Adão foi o primeiro homem e Eva foi a primeira mulher?
    Essa é uma pergunta que tem intrigado muito religiosos e cientistas ocidentais, interpretações de textos hebraicos da bíblia em (Genesis) são lidos e relidos e dado mais interpretações. Porém mais que a metade da população mundial não sabe que a Bíblia (Antigo testamento não é o livro único de revelações da cultura judaica/israelense existem vários outros livros como mesma importância e peso como Talmud, Mishnah, Mishneh que são livros paralelos a bíblia em oralidade e temporalidade. Enquanto se compilava o Antigo testamento se complicava também estes que detalhavam com o máximo cuidado os significados do Antigo Testamentos e vice-versa, mas que não foram catalogados pela Igreja na grande Idade Média, foram livros até  abolidos e queimados por contrariarem a fé e as interpretações da Igreja da Idade Media que teve inicio secV ao sec XIV. E ainda bem que a igreja de hoje não faz mais isso!.
   Mas retomemos a questão " Adão foi o primeiro homem e Eva foi a primeira mulher?"
   Se esperava um "Sim' desculpe! Pois Adão não foi o primeiro homem na fase da Terra muito menos Eva foi a primeira mulher. a pergunta mais correta seria "Quem disse isso? ou de quem foi a interpretação" mas isso é detalhes de outro poster.
Vamos então entender:
   E D’us disse: Façamos o homem (em hebraico, Adam)” (Gên. 2:7)
   “E D’us criou o homem (em hebraico, Adam)” (Gên. :27)
   Aqui a Torá nos ensina que Adão é “feito” e “criado”. O “fazer” na linguagem bíblica/hebraica é um processo que exige tanto matéria quanto tempo, como está dito: “pois que em seis dias”. Isso quer dizer  que "Com o passar do tempo, algo foi criado" isso em hebraico, a língua original  do texto bíblico.
“... e soprou em suas narinas a "neshamá da vida" O folego de vida e Adão transformou-se em uma alma viva”.
    A preposição “em” que corresponde a letra (bet em hebraico) no texto é usada para indicar uma mudança na essência da personalidade/transformação  “afirmando que Adão era um ser vivo completo e a neshamá o transformou em outro homem”
    Em paralelo a isso arqueologia cita que em cerca de 7 a 6mil anos o homem passou a ter um desenvolvimento de raciocínio maior e isso surgiu do nada.
      Então você se pergunta mas o que isso me explica? Quando estudamos a bíblia com quem sabe os mínimos detalhes sejam eles numéricos ou históricos a contagem para trás até Adão é de 5 a 4mil anos A.E.C "isso é biblico e é contada pela genealogia biblica", ou seja é uma contagem clara e simples sem rodeios.
     Hoje a ciência chama evolução de raciocínio do Homos sapiens, se referindo assim a uma evolução cultural humana que iniciou a 12mil anos e teve seu apogeu a 6mil com a sua subespécie chamada de Homo SapiensSapiens, o que encaixaria com a época do escritos sobre Adão e Eva. "não fixem como se adão e eva fosse um homem e uma mulher unicas, lembrem-se como uma representação simbólica da humanidade na bíblia"
   Ele(Adão) não é o primeiro homem nem ela(Eva) a primeira mulher. O texto escrito da "Criação" tem um sentido literário da questão e esse é apenas o primeiro no entendimento, "Veja A biblia tem 5 níveis de entendimento" explicações mais profundas sobre o assunto de Adão/Adam e Eva/Chava você vai ver nos outros livros que citei acima o no Livro de Adão e Eva¹ também, ou na postagem que abrira após o seu comentário. E vale salientar que esse conhecimento é novo, mas esta escrito em textos muito antigos dos livros Judaico/israelense e cultivado até hoje por essa cultura.
    O próprio livro de Adão e Eva¹ não canonizado pela igreja, e que tem 2 volumes cita a presença de homens e anteriores a esses livros que tem a historia que fala de Lilith a primeira mulher de Adão que desagradava a D´us. Ou seja existiam homens e mulheres na sociedade e isso é relatado no livros Judaicos/Israelense na qual a Bíblia o Antigo testamento é um deles.
      Ao comentar você verá mais detalhes aprofundados sobre a assunto que requer um pouco mais de conhecimento prático dentro de conceitos bíblicos/históricos/hebraico/judaicos/Israelenses. Então leam se quiserem.. Até a próxima com mais "Fazendo se conhecer"
Bendito seja o nome daquele cujo o glorioso reino é eterno!


MAS DETALHES...

Muitos cientistas, céticos e religiosos procuram lacunas para dizer que a Bíblia esta errada, tentando invalidar seu conteúdo introduzindo nela contos de fadas, magia, violência e morte ou algo que é impossivel de ter ocorrido. Uma das lacunas mais clássicas é  porque a paleontologia, a biologia e a Arqueologia e outras disciplinas afins como Historia e geografia, provam que Adão não foi o primeiro homem em aproximadamente 6000anos. Mas quem disse que ele era ou foi o primeiro homem? Bem a pergunta certa seria "De quem foi essa interpretação". Será que quem interpretou conhecia ou conhece o contexto vivido?


ADÃO TEVE ANCESTRAIS? PENSAMENTO JUDAICO (Será que você ler e entende?)

             A omissão não surpreende. As pesquisas científicas lidam com aspectos físicos da realidade, enquanto a criação bíblica de Adão está relacionada com a espiritualidade da neshamá, a alma da humanidade insuflada por D’us em Adão, há quase 6.000 anos, em Rosh Hashaná. Esta é a criação singular descrita em Gênese 1:27.
E o corpo de Adão? Será que também foi uma criação especial? Ou será que existe a possibilidade do corpo humano ter-se desenvolvido através dos tempos, até se tornar um recipiente capaz de receber e conter a neshamá, a alma humana? (A título de esclarecimento, o termo “Adam” refere-se a homem e mulher, como menciona a Bíblia em Gênese 5:2, algo como “ser humano”).
Anatomicamente, o corpo humano parece de fato estar relacionado com formas de vida menos complexas. Muitas das enzimas que controlam as funções humanas são réplicas quase perfeitas das encontradas em outros filos, ou reinos. O gene que controla o posicionamento e a orientação do braço humano é encontrado em todos os vertebrados e também nos insetos. A semelhança é tamanha que quando porções deste gene humano são implantadas no genoma da mosca drosófila, determinam o posicionamento e a orientação da asa da mosca. O mesmo serve para os genes que controlam o desenvolvimento do olho e um grande número de outros. Estes genes têm mais de cem pontos ativos. A semelhança entre eles pode não ter sido mera coincidência. Para os cientistas, estes fatos indicam a existência de um ancestral comum. Os ossos dos membros inferiores do crocodilo e a nadadeira da baleia bicuda são os mesmos do braço e mão de um homem; diferem no comprimento, é claro, mas todos os ossos existem. A estrutura do cérebro humano espelha o cérebro de ratos e macacos. O embrião humano desenvolve uma bolsa de gema semelhante à gema das ovas dos peixes, a seguir uma cauda e, então, a pele prega-se de forma semelhante às fendas das guelras. A ontogenia do feto humano parece ser uma recapitulação da filogenia, lembrando sempre que, em cada estágio, é a estrutura primitiva ou juvenil – e não a adulta – que se forma no feto.
Apesar de serem escassos e incompletos os fósseis atribuídos ao Homo habilis e ao Homo erectus, quando se alcança o estrato de 50.000 anos atrás, muitos fósseis do “homem de Cro-Magnon” são encontrados em número suficiente para encher os museus. O fóssil do “homem de Cro-Magnon” é uma cópia exata do esqueleto do homem moderno, inclusive no formato e capacidade cranianas.
As publicações científicas sobre esses fósseis e os artefatos a eles associados não são fruto da maquinação de alguns cientistas loucos. Existem evidências esmagadoras tanto sobre a invenção da agricultura, há 10.000 anos, como da tecelagem, há 9.000 anos, e da olearia, há 8.000 anos. Existem pinturas em caverna que datam de 10 a 30 mil anos atrás. Do ponto de vista teológico, desmentir estas evidências é contraproducente. Aliás, não há por que negá-las, desde que acreditemos que sejam válidas as interpretações bíblicas do Talmud feitas por grandes sábios como Onkelos, Rashi, Maimônides e Nachmânides.
A primeira objeção à possibilidade de Adão ter um ancestral é temporal. Agricultura há 10.000 anos? Como pode ser verdade, se afirmamos que neste Rosh Hashaná, setembro de 2002, o mundo completará 5763 anos? Onde ficaram os anos que faltam? Em Leviticus Rabá (29:1), como em outras fontes, constatamos algo com que todos os sábios concordam: Rosh Hashaná comemora a criação da alma de Adão e os “Seis dias da Gênese” não estão incluídos nos anos do calendário. No entanto, o Talmud (Haguigá 12A) e Rashi, baseando-se no versículo “Era tarde e era manhã, um dia” (Gênese 1:5), informam-nos que os dias da Gênese são de 24 horas, desde o “primeiro dia”. Se cada dia tem 24 horas, por que então excluir esses seis primeiros dias, de 24 horas, do restante dos dias – também de 24 horas – que se seguem à criação de Adão? Nachmânides nos dá uma resposta: estes primeiros seis dias contêm todas as eras e todos os segredos do universo (comentário em Êxodo 21:2 e Levítico 25:2). Foi necessária a descoberta de Einstein sobre a relatividade do tempo para resolver o aparente paradoxo: como poderiam todas as eras do universo estar contidas em apenas seis dias, de 24 horas cada? Se olharmos a Criação de uma maneira retrospectiva, usando o hoje como ponto de partida, nosso imenso universo aparenta ter de 10 a 20 bilhões de anos. Mas se olharmos para a Criação projetando-a para o futuro, da forma como é descrita no capítulo 1 do livro Gênese, visualizando o universo a partir de uma época em que seu tamanho era 1.012 vezes menor do que é atualmente, ou seja, a partir do primeiro dia, o universo pareceria ter meros seis dias de vida. Esta é a natureza de “tempo” em um mundo em que as leis de relatividade fazem parte das leis da natureza.
A interpretação padrão do redshift (o deslocamento para o vermelho, fenômeno causado pelo aumento do comprimento da onda de radiação e a redução simultânea da freqüência de radiação) – como efeito da expansão do universo – prevê que o mesmo fator de deslocamento aplica-se a índices observados de ocorrência de eventos distantes, mesmo quando a época é tão anterior que o fator não possa ser observado na radiação detectada. Então o tempo da existência da agricultura é de 10.000 anos e das pinturas nas cavernas de 30.000 anos. A pergunta é se estas invenções anteriores a Adão ameaçam a visão da Torá sobre nossas origens.



A união de teologia e paleontologia




“E D’us disse: Façamos o homem (em hebraico, Adam)” (Gên. 2:7)

“E D’us criou o homem (em hebraico, Adam)” (Gên. :27)
Aqui a Torá nos ensina que Adão é “feito” e “criado”. Nós até sabemos a matéria-prima utilizada para sua produção. “D’us formou o homem do pó da terra” (Gên. 2:7). Mas se analisarmos paralelamente duas passagens da Bíblia: “No início, D’us criou o céu e a terra” (Gênese 1:1) e “pois que em seis dias D’us fez os céus e terra” (Êxodo 31:17), constatamos que enquanto o uso bíblico da palavra “criação” sugere uma ação instantânea de D’us, “fazer” na linguagem bíblica é um processo que exige tanto matéria quanto tempo, como está dito: “pois que em seis dias”. Com o passar do tempo, algo foi criado –
Adão, mas este ser não estava completo. Faltava-lhe receber a alma da vida humana. Se a formação e o desenvolvimento do homem – de Adão – foi um processo que durou um milésimo de segundo ou milhões de anos, não é algo que a Torá deixe claro. Alguns versos nos dão uma pista, talvez uma resposta definitiva.
O Talmud (Eruvim 18A) se detém sobre o nascimento de Set, terceiro filho de Adão e Eva, analisando por que a Torá relata duas vezes seu nascimento.
“E tornou Adão a conhecer sua mulher, e ela deu a luz um filho a quem chamou Set” (Gênese 4:25).
“E viveu Adão 130 anos, e ele teve um filho à sua semelhança e forma. Ele o chamou de Set” (Gênese 5:3).
Segundo o Talmud, estes dois versos revelam que, após o assassinato de Abel por Caim, Adão e Eva se separaram maritalmente por 130 anos, e somente então Adão deitou-se “novamente” com Eva. Durante estes 130 anos, Adão procriou filhos com outros seres, não com Eva. O Radak comenta que esses filhos eram de fato crianças. Faltava-lhes, no entanto, a neshamá, a alma, para torná-los seres humanos. Maimônides (Guia 1:7), baseado em Eruvim e no Zohar, descreve estas crianças como sendo seres humanos em forma e inteligência, mas nada humanos em espiritualidade.
Nachmânides concentra-se num prefixo supérfluo, lamed, em hebraico, que transmite a idéia de transformação através de uma ação externa. No caso, o insuflar da alma. Assim, “... e soprou por suas narinas a neshamá da vida e Adão transformou-se em uma alma viva”.
Segundo o comentário de Nachmânides, um dos maiores sábios e cabalistas, a preposição “em” é usada para indicar uma mudança na essência da personalidade e “pode ser que o verso esteja afirmando que Adão era um ser vivo completo e a neshamá o transformou em outro homem”. Outro homem! De acordo com Nachmânides, havia um homem antes da criação da neshamá, mas aquele ser hominídio não era exatamente humano.
Onkelos resumiu tudo isso, 400 anos antes do Talmud e mil anos antes de Nachmânides. A expressão nefesh chayá, uma alma viva, aparece três vezes nesta porção da Torá: para animais que vivem na água (Gên. 1:20), para animais que vivem sobre a terra (Gên. 1:24) e para humanos como “... em uma alma viva” (Gên. 2:7). Nos primeiros dois casos, Onkelos traduz o termo literalmente, “uma alma viva”. Mas para os seres humanos, por causa da preposição “em”, Onkelos traduz o termo como “e Adão transformou-se em um espírito falante”.
A capacidade de se comunicar espiritualmente é o que faz os homens serem diferentes de todos os outros animais. Não é nossa força, nem nossa inteligência. Mas nossa espiritualidade. A fala é, nos homens, o elo entre os aspectos físicos e espirituais da existência. É a neshamá que faz esta ligação e nos impele a sentir a unidade transcendental que permeia toda a existência e da qual trata o Shemá: “Ouve, Israel, o Eterno é teu D’us, o Eterno é Um”. A unicidade transcendental é a marca do Eterno. Hominídios, com feições humanas, co-existiram e precederam Adão. Os antigos comentaristas bíblicos estavam cientes dessa realidade. A descoberta de seus fósseis não constitui surpresa para a Torá. Na definição bíblica, um homem é um animal – um hominídio – no qual foi insuflada a alma criada, a neshamá.
Apesar de a neshamá não deixar nenhum vestígio fossilizado para provar sua aparição na história da humanidade, o efeito de sua criação está claramente gravado nos achados arqueológicos. A escrita, o comércio e o surgimento das grandes cidades datam de 5.000 a 6.000 anos atrás, a época de Adão. A escrita foi criada para satisfazer as necessidades de se manterem registros sobre o comércio; e o comércio, por sua vez, foi criado para satisfazer as necessidades materiais das grandes cidades. A pergunta que permanece sem resposta, então, é: por que as grandes cidades emergiram nesta época?
Minha sugestão de resposta é que a espiritualidade dos humanos concedida pela neshamá e o desejo de transmitir esta espiritualidade para os outros foi a força motriz que transformou a civilização de grupos de aldeias formadas por clãs em cidades, como Uruk e Ur, na Mesopotâmia.

Artigo publicado pela Aish HaToráh em seu site.
Gerald Schroeder obteve os titulos de Bacharel, Mestre e Doutor pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). É autor dos livros Genesis and the Big Bang, sobre a descoberta da harmonia entre a ciência moderna e a Bíblia, editado pela Bantam Doubleday e já traduzido em sete idiomas; The Science of God e The Hidden Face of God, editados pela divisão Free Press da Editora Simon & Schuster. Leciona na Faculdade de Estudos Judaicos “Aish HaTorah”.


Postar um comentário

oi,sinceramente comentar esse post não é fácil.Digo isso,não porque não tenha gostado,pelo contrário,li e achei interessantes as comparações e até me despertaram curiosidade.Quando digo que não é fácil,é porque sou leiga e não nada mais para me basear do minha fé.Mas questões religiosas à parte,o que creio é que o tempo na Bíblia não pode ser comparado com o nosso tempo em dias,é algo mais complexo que isso.Mas em nada diminui a gradeza desse LIvro.

Boa tarde !!
Postagem de um conteudo interessante , mas eu creio que eles tenham sido criação de Deus , pois creio que Ele seja o Criador de todas as coisas sim.
Deus abençõe

Nossa Midian, quanta informação! rs! Adoro história antiga e fico fascinada por essas informações, saber nunca é demais! Já tinha ouvido falar sobre a Lilith ser a primeira mulher de Adão, mas não me lembro muito do restante da informação. Vou continuar lendo após o comentário! Abraços
Blog Ana Laura Artes

Ola Carina, o texto/estudo não fala da ausência de Deus, na Criação.
As pessoas tem que ver que a Ciência e evolução, seja espontânea ou manipulada é criada por ele. Infelizmente nem todo mundo ver isso.
Lembre quem faz a evuloção na terra é Ele, quem da inteligencia e conhecimento é ele, quem manipula a historia é Ele. pois a criação é o criador, não enxergar isso é um problema teologico cultural ocidental onde pensa que a Ciencia nega a D´us e D´us nega a ciencia. Infelismente.

Muito interessante isso .eu não conseguia compriender como eles achavam osso do homo sapiens sendo que Deus criou Adão primeiro.agora tá explicado.bjs

Estudando a Bíblia com você, assim fica mais fácil de entendê-la. Bom demais isso. BjusLuz!

BlØg d4 K@ss!nha GØme$

Eu não tinha conhecimento sobre esses fatos. A vida sempre nos surpreende com informações novas e diferentes das que conhecíamos todos os dias. Parabéns pelo estudo aprofundado!

Beijão

http://www.meucadernodereceitas.com.br

Pois é amiga, todos temos o direito de achar e pensar o que quisermos sobre esse assunto.
É um assunto muito profundo e propício a vários conflitos e interpretações.Você se focou muito bem no assunto, trazendo subsídios que respaldam a sua tese.Como eu quis dizer antes, é polêmico!! Bjss!!!

Agenda dos Blogs

Essa coisa de achismo eu to fora Magna, para mim pois achar é algo que se pensa por crença ou por se só, a única parte que parece mais como esse tipo de coisa é a questão da comparação, e mesmo assim é um cruzamento de informações de estudos serios com relação "Coisa do mundo academico que vc entende bem", e com relação a adam e Eva são livro históricos, que causa polemica ou conflito justamente pelas as pessoas não conhecerem seu conteúdo, contido em livros onde alguns até hoje proibidos de tradução aqui no ocidente pela editora nacional trinitariana. Ainda bem que existem praficas particulares que fazem isso. Bjocas!

Olá Midian
Achei bem confuso o seu post. Sei que existem alguns livros que não foram incluídos na Bíblia. Mas estes que vc sitou, nunca ouvi falar.
Abraços
Amor pelo artesanato!

Bem interessante,desde criança aprendemos que a primeira mulher e o primeiro homem foi Adão e Eva.vou ler mais sobre o assunto para entender melhor. Foi um bom esclarecimento amiga!bjss! http://wwwmazeblogspotcom.blogspot.com.br/

Vamos la tentar explica:
O desconhecimento causa confusão Carmem, e super normal que você não conheça livro que ate é pouco tempo eram livros proibidos para o publico. Veja que os livros que citem como o Talmud, Mishnah, Mishneh que são livros paralelos a bíblia nunca fizeram parte da canon da igreja, nem ouve cogitação disso por parte do clero ao contrario dos livros aprocrivos na qual a igreja fez concilio e mais concílios para colocarem ou não... como a exemplo de Eva e Adão, os macabeus e etc...
Porém eles fazem parte do contexto do Antigo testamento/Tanach que é um livro Judaico na qual é explicado por esses que citei.
Na Epoca a igreja escondeu muito o conhecimento dos grandes estudiosos com relação a esses livros os incluido a lista do Index "Os livros proibidos para os intelectuais", instigando a estes a defamação, não era atoa que eles eram considerados livros satanicos, e como não se conhecia seu conteudo por serem proibidos todos aceitavam a ideia, afinal ninguem queria ser queimado na fogueira junto com os livros.
Eles não são os chamados apocrivos que certamente são os que você conhece Carmem, ele são livros paralelos que explicam o antigo testamento inteiro por isso foram escondidos no restante da pupulação seja os intelectuais ou das massas.
Como a Igreja não rege mais esse tipo de coisa, o conhecimento Judaicos/Israelense original das escrituras, como a tradução do Antigo testamento hebraico original para o português sem intervenção de outra cultura estão ai para todo mundo saber, só basta procurar, e graças a D´us bendito seja que esses livros não são mais proibido. Tomara que tenha entendido!

Nossa confesso que fiquei um pouco confusa, irei pesquisar mais a respeito.

Bjs Plumas e Paetês

Nunca li tal relato em lugar nenhum.
Juro que pensava que Adão e Eva eram os primeiros casais do mundo...
Preciso rever os meus conceitos.
Obrigada pelo post esclarecedor. Estou de boca aberta,tenho um irmão pastor da igreja batista,um cunhado,vários da assembleia de Deus,e nunca tinha ouvido falar nada a respeito...
Mais uma vez obrigada.
Bjsss Célia Lima

Oi amiga, me desculpe,para mim é meio complicado esse assunto, pois eu não entendi...
é meio complicado pra mim...
Boa semana pra vc...

Meu Cantinho

eu tb tenho duvidas sobre adão e eva tb, mas acho q a vida é um misterios e religião e dificil demais.. adorei seu post.. desejo sucesso.. bjs

Bem interessante falar sobre esses livros que foram banidos pelos homens, vc certamente deve seguir a Tora né, um livro bem diferente da bíblia que conhecemos e seguimos, e sei que segue a Torá não o chamam de Deus o criador, mas sim de Eterno. Bom tem muitas coisas que estão escondidas, que nos foi tirado pelo próprio homem, se Adão e Eva tem um livro que relatam em detalhes a sociedade deles seria bom se pudessemos ler...bjs

Oxe que contraditório,pensava que Eva era a primeira mulher, rsrs

Muito interessante sua postagem, beijos

Puxa! amada! não sabia! obrigada, por nós encinar um pouco do imenso mundo Israelense, Judaico,bíblico e contemporâneo,gostaria de saber mais! beiinhosssssss

http://rubiaartes.blogspot.com.br

Ai Rubia não diz isso não "gostaria de saber mais!" rsrsrsrs!!! fico instigada.. Bjocas!

que interessante quero ler o livro to curiosa adoro saber este assunto me prende

Oi Midian tudo bem, o seu post é bem explicado, mas eu acredito no que estar na biblia.
Adão e Eva foram os primeiros sim.
"No sétimo dia da Criação, Deus criou o homem à sua imagem: "à imagem de Deus o criou: macho e fêmea os criou." (Gênesis, 1,27). Tal afirmação categórica é uma negação da versão mais difundida: a de que o homem foi criado antes da mulher.

Você sempre com informações valiosas sempre aprendo com suas postagens e essa não foi diferente parabéns, bjs
pedacinhosderetalhoseli. blogspot. com

Sabe que nunca parei pra pensar nisso!!
A biblia pode ser interpretada de varios jeitos né??
complicado e confuso!!
kkkk

bjos

Aceito seu ponto de vista Andrea,mas é bem estranho, aceitar na biblia e não acreditar em sua explicação, tendo em vista que são livros "Ambos hebreus' são explicações um do outro e não negação escrito e compilados em paralelos, E essa citação nem se eva e Adão e eva fala no original hebreu e sim da humanidade. Mais isso é normal significa que o que a Igreja da idade media quis fazer deu super certo. Apagar da mente do povo o conhecimento hebreu, e graças a D ús bendito seja que esse conhecimento esta vindo a tona pois o povo hebreu ainda vive. Bjocas Andrea!

Pior que não pode ser interpretado de qualquer forma não Bianca, isso não é uma interpretação esses livros são muito bem escritos e em paralelo na qual os relatos citei na postagem, ambos fazem parte do contexto hebreu, é a ele que ela se refere... tando a Biblia (Antigo testamento) o Talmuld o MIshina e mishne fazem parte do contexto hebreu e só a eles cabe a melhor explicação. E como aquele ditado (texto sendo contexto é pretexto) ou seja se ler apenas a biblia e ignorar sua explicação na oralidadae,compilação desses livros não adianta nada...se o conhecimento escrito nesses livros sõ hebreus outro povo nunca vai entendendo, e livro os outros livros muito menos... Para você ver a complexidade da Coisa o Talmuld tem tando volumes que poderia montar um biblioteca, ja o mishna e mishineh são volumes pequenos.. Bjocas Bianca

Parabéns pelo post, bem explicativo.
A bíblia nos esclarece muito sobre a criação do mundo.. Nada melhor que consulta-lá
Blog Fik Esperta
Facebook

Amei o Post!
Realmente é um Assunto Complicado!

Bjúús

Eu conhecia o básico que é o que aprendi na escola dominical , mais achei o post bem completo e cheio de informações

Celia que bom que tenha gostado, e vi que leu todo hein! Mas eles nunca vão dizer nada sobre isso, em geral o único livro judaico que leem e estudam é o Antigo testamento, qualquer outro que revele algo do mundo Judaico quando ao Antigo testamento não leem! pelo contrários os judeus leem tudo. Bjocas Linda!

Ola Rose sigo sim, mas ele não é um livro diferente do seu caso seja cristã, pois eles são os mesmo 5 primeiro livros do Antigo Testamento, ou seja Geneses/Bereshit, Exodos/Shemot, Levitico/Vayikra , Numeros/Bamidbar e Deuteronomios/Devarim ou seja o pentatuco, e chamamos D´us de criador do universo sim, como tambem de Eterno, Pai, Rei. Voltando a Torá são os mesmo livros porém traduzida sem versõesde outros povos e culturas. Mas não sigo só a Torah, sigo também o restante dos livros do antigo testamento até malaquias que junto a Torah se denomina 'Tanack" o que o mundo cristão deu o nome de velho ou Antigo Testamento, porque se queria criar o novo testamento que por sinal não é um livro judaico e sim gregoromano... A Rose todos os livros para baixar na internet, em aramaico, grego em hebraico, em muitas linguas, as que mais tem proximidade com o português é a traduzida para espanhol. e muito bom vale apena ler. Bjocas.

Conheçam nosso trabalho de arte!

[Arte][gallery2]
[Judaismo][slider2 fade]

Midian LSF

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget