O Rei esquecido (Capitulo I)

Fazendo se conhecer 
Ola gente esse conto é de minha autoria (Midian lima de Souza Ferreira do Commaosdeseda), estou escrevendo ele aos poucos, registrando e postando, portanto ele é protegido pela lei de direitos autorais. Escrevo ele geralmente a noite, e erros de digitação são comuns, porém os registrados são devidamente corrigidos. Todos os capítulos escritos até o momento você encontra aqui!   

  O Rei esquecido
Em um pais distante, cujo a terra dava seus frutos e seus habitantes seguiam a ordem do Rei em cuidar de suas famílias  respeita-la, viver felizes sem que  nada os preocupa-se, pois ao obedecer ao Rei era garantir felicidade e vida boa de luz e plena paz. 
   Os frutos de seu trabalho os permitiam a sobrevivência  mesmo podendo se entregar a um dia de descanso e pleno estudo da vida e da terra. 
    Todos os habitantes daquele país eram seus filhos, e o Rei os amava mais que tudo, pois tudo o Rei fez, e deu a seus filhos para cuidar. Todos os dias seus filhos iam ao seu encontro para prestar-lhe homenagens pelos seus feitos.    
   Todos conheciam o Rei mas não diziam seu nome, conheciam seu rosto, mas não olhavam os seus olhos "não mereciam, ou não suportariam".
    Certo dia em uma imensa comoção, como a que ocorria a cada nascimento de mais um filho, o Rei pensou! "mais um filho entre muitos, será que todos que já tenho me amam?" e assim o rei se poe-se a meditar, e ninguém mais o via, ele se recolheu a seus aposentos e se limitava em cuidar de toda a terra e garantir para que nada faltasse a seus filhos em uma certa distância.
  Ele garantiu a seus filhos todos os frutos da terra, o fogo, água e ensinamentos, garantindo assim que todos pudessem saber como viver. Suas escolas eram cheias, tanto de filhos novos como os mais velhos,  Tanto de seus filhos, como os filhos dos filhos, porém mais nenhum o via.
    Seu ultimo filho só se ouvia falar de seu Rei e achou que o rei tinha deixado seu país, se pois a obedecer os ensinamentos de seu rei assim como seus demais irmãos, porém foi em busca de seu pai em outra terra e antes de ir embora disse a seus irmãos. - Não há ninguém no castelo!  e alguns de seus irmão acreditaram neles e o seguiram.
    Alguns anos depois o Rei incomodou-se com o silencio, e com a perfeição de seu reinado, pois nada mais precisava ser cuidado em seu país. Então o Rei abriu porta e viu que todos os seus filhos tinham ido embora, e seu país estava cheios de frutos pois ninguém mais comia, nas praças tinham flores belas, arvores e apenas os animais vinham ao seu encontro, mas seus filhos haviam sumido. Ele saiu andando em suas ruas e viu cabecinhas balançando pela janelas, correu... e ao abrir a janela pode ver seus filhos  e  todos os filhos de seus filhos agarrados a livros de sua autoria sob o titulo "Estou Aqui".....

Continua.... Esta historia é bem comprida, e postarei passo a passo....

Nenhum comentário: